Não se esqueça!

.
O Blog Ana e os Bonecos está com novo formato e muitas novidades para vocês!
Não deixem de visitar: basta clicar sobre a imagem abaixo e você será redirecionado.
Ou se preferir, digite www.anaeosbonecos.com.br no seu navegador.
.

O novo Ana e os Bonecos já está no ar! E agora com muito mais espaço e praticidade, e com o uso de ferramentas exclusivas para levar toda o encanto do Teatro de Bonecos até você.
Basta clicar sobre o convite acima e você será direcionado ao novo blog.
Estamos esperando sua visita!

Equipe Ana e os Bonecos



"Belas e lúdicas as ilustrações prendem a atenção e despertam a fantasia que une adultos e crianças." (Bons Fluídos, fev. 2009)



* Acima, lápis de cor e aquarela sobre canson. Analu Alves - 05/2010.



Páginas

.
*Lápis de cor sobre Canson. Início - Festa Junina; Links - Congado; Técnica - Festa do Divino; Mamulengo; Fotos - Bois Caprichoso e Garantido; Agenda - Procissão do Fogaréu.



Ana e os Bonecos - Tradutor

Ana e os Bonecos - Pesquisa

17/06/2010

Diária da Analu - 5º dia - As Aventuras de Benedito

Na segunda feira, dia 14, às 15 horas assistimos As Aventuras de Benedito na Praça 7.

O espetáculo que foi realizado gratuitamente no "centro do centro" de BH reuniu os mais diferentes públicos. Havia gente de terno, artistas, meninos de rua e todo o público a mais que passava pela praça.

O espetáculo apresentou um teatro de mamulengo que não é manipulado por um mestre mamulengueiro mas, que segue as características típicas do mamulengo nordestino. Informalmente, fiquei sabendo que Éder Feitosa (brincante) estudou na Escola Internacional de Teatro de Bonecos, em Charleville - Mézières, França e que durante seu curso, buscou uma pesquisa pessoal sobre o mamulengo.   

Bem próximo ao Mamulengo típico, o Mamulengo Jatobá apresentou seu espetáculo com um cenário (barraca) típico, porém não era de chita e sim de um tecido tipo americano cru. Um barrado de bonecas de pano compunha o cenário, além de carrancas e um tecido indiano. Aliás, esta mistura decorativa é por muitas vezes utilizada pelos mestres mamulengueiros.

Os bonecos eram de luva sendo o Benedito bem maior que os outros personagens. A manipulação realizada de baixo para cima foi manipulada de modo bastante preciso e rápido. O improviso demarcou o espetáculo que contou com a interação do público. O modelo pergunta-resposta-ação foi seguido pelo bonequeiro que deu ao espetáculo um ar de comédia.
O espetáculo contou também com adereços cênicos como uma bela decoração de bandeirinhas. A trilha sonora foi feita ao vivo por Éder que fazia vozes, tocava percussão e gaita. Ressalto o uso de bocas de cena laterais e os efeitos de vômito e xixi dos personagens, como ferramentas positivas empregadas pelo artista.

Fotos/créditos: Paz Tatay. Fotos gentilmente cedidas pela direção do FITB. 
Related Posts with Thumbnails

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar Analu e os Bonecos e deixar um comentário. O seu comentário será lido, comentado e publicado. Inté breve!
Analu.

 
BlogBlogs.Com.Br