Não se esqueça!

.
O Blog Ana e os Bonecos está com novo formato e muitas novidades para vocês!
Não deixem de visitar: basta clicar sobre a imagem abaixo e você será redirecionado.
Ou se preferir, digite www.anaeosbonecos.com.br no seu navegador.
.

O novo Ana e os Bonecos já está no ar! E agora com muito mais espaço e praticidade, e com o uso de ferramentas exclusivas para levar toda o encanto do Teatro de Bonecos até você.
Basta clicar sobre o convite acima e você será direcionado ao novo blog.
Estamos esperando sua visita!

Equipe Ana e os Bonecos



"Belas e lúdicas as ilustrações prendem a atenção e despertam a fantasia que une adultos e crianças." (Bons Fluídos, fev. 2009)



* Acima, lápis de cor e aquarela sobre canson. Analu Alves - 05/2010.



Páginas

.
*Lápis de cor sobre Canson. Início - Festa Junina; Links - Congado; Técnica - Festa do Divino; Mamulengo; Fotos - Bois Caprichoso e Garantido; Agenda - Procissão do Fogaréu.



Ana e os Bonecos - Tradutor

Ana e os Bonecos - Pesquisa

24/09/2010

Ana e os Bonecos - FETO abre inscrições para 9 Oficinas

*Enviado por e-mail, por FETO Teatro.
 É chegado o momento de comemorar a 10ª edição do FETO – Festival Estudantil de Teatro, a maior de seus 12 anos, que será realizado entre os dias 20 e 30 de outubro, em Belo Horizonte. No mês de setembro, o festival ABRE INSCRIÇÕES PARA SUAS NOVE OFICINAS, entre os dias 22 de setembro e 6 de outubro.

Além de espetáculos de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Pernambuco e Paraná, a edição deste ano oferecerá debates, encontros, oficinas e análises das apresentações. Gostaríamos de contar com o apoio do “Ana e os bonecos” para a divulgação da programação e das oficinas do FETO 2010.

Em suas nove edições o FETO recebeu grupos, estudantes e arte-educadores de todo o Brasil com intuito de fomentar uma rede colaborativa do ensino de artes cênicas. O FETO promoveu ao longo desses anos a formação de público e o diálogos em torno das artes cênicas.

O Programa Cultural Vivo Encena apresenta esta décima edição do FETO, que é realizado pela Associação No Ato Cultural – de Belo Horizonte.

OFICINAS
 
O período de inscrições para as oficinas do FETO 2010 será do dia 20 de setembro a 4 de outubro, apenas no site www.fetobh.art.br. O valor de cada oficina é R$15 (o valor será devolvido ao aluno que tiver freqüência de 90% na oficina).

Segue abaixo a relação das oficinas ofertas para esta décima edição:

“PAISAGENS POÉTICAS: O NOME DISSO É RUA”

A oficina propõe a criação de Intervenções Urbanas a partir de um olhar sensível sobre a cidade. Práticas corporais de composição no tempo-espaço, discussões sobre abordagens contemporâneas do Teatro de Rua e estímulos criativos diversos, serão os princípios para a criação de células cênicas realizadas no espaço-rua, que busquem re-significar poeticamente algum aspecto da vida em comunidade.

Esta ação é um desdobramento do projeto “Paisagens Poéticas: o nome disso é Rua”, contemplado pelo Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua 2009, que viabilizou a realização de intervenções urbanas elaboradas a partir da convivência de performers (ministrantes desta oficina) com grupos sociais específicos e suas relações com o espaço público, criando paisagens cênicas no horizonte da cidade.

Local de realização: Centro Cultural da UFMG, Av. Santos Dumont, nº 174/ Centro
Carga horária: 20h/aula
Data: 20 a 24 de outubro, 09 às 13 horas
Público alvo: artistas e estudantes de teatro
Vagas: 20

Oficineiros:

Os artistas se uniram para realizar uma obra a partir de uma reflexão sobre as possibilidades expressivas do teatro de rua contemporâneo, aliando investigação de linguagem e mobilização social. Os profissionais se formaram na Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais, exceto Daniel Silva que se formou em Gestão e Comunicação Integrada pela PUC Minas. Mariana Maioline e Júlia Branco atuam também como produtoras culturais.

“PRÁTICAS DE IDEIAS TEATRAIS”

Oficina que busca o compartilhamento do estudo de princípios de atuação, cênicos e dramatúrgicos, utilizados nas criações do grupo Espanca!, através do estímulo de “ideias teatrais” que são propostas aos participantes. Busca-se incitar o ator a acessar-se, a relacionar-se com o outro, a avaliar frequentemente em sua formação os códigos do acontecimento teatral, e a refletir sobre as ferramentas que utiliza para a construção da ilusão que cria em cena. Para isso, a oficina aborda técnicas da dança contemporânea, da improvisação e princípios do teatro físico no estudo dos sistemas do corpo.

Local de realização: Sede do Espanca! Rua Aarão Reis, 552, Centro
Carga horária: 12h/aula
Data: 21 a 23 de outubro, 9 às 13 horas
Público alvo: atores e estudantes de teatro
Vagas: 20 pessoas selecionadas pelo grupo, via carta de intenção e breve currículo.

Oficineiros

Integrantes do Grupo Espanca!

Sediado em Belo Horizonte (MG), o Espanca! foi fundado em 2004 e desde então produziu trabalhos ancorados na busca por uma arte contemporânea que reavalie ética e conceitualmente sua linguagem; trabalhos que buscam um teatro contemporâneo preocupado, em mesma medida, com a pesquisa e a comunicação, acreditando que para isso é necessário reavaliar e revalidar o conceito de “comunicação com o público”.

Com os espetáculos “Por Elise”, “Amores Surdos” e “Congresso Internacional do Medo” o grupo criou um repertório de textos originais escritos por Grace Passô, em que o homem é retratado do ponto de vista do afeto. Trilogia que revê códigos do acontecimento teatral, que busca construir uma arte de gênero híbrido com peças que não são somente trágicas ou cômicas, que procura representar o homem sem reduções facilitadoras de sua condição.

O primeiro trabalho da companhia, o espetáculo Por Elise, com direção e texto de Grace Passô, estreou em 2005, na Mostra Paralela do 14º Festival de Teatro de Curitiba. Dentre os Prêmios que recebeu estão o APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) e o Shell de Melhor Autor 2005, e o Prêmio Sesc-Sated MG 2006 de Melhor Espetáculo e Texto. O segundo trabalho, Amores Surdos, dirigido por Rita Clemente e com texto de Grace Passô, teve seu projeto de criação vencedor do Prêmio Estímulo às Artes – Auxílio Montagem – da Fundação Clóvis Salgado/Palácio das Artes. A peça foi indicada aos Prêmios Qualidade Brasil SP (em todas as categorias do Teatro Adulto), Prêmio Shell SP 2008 (categorias de melhor texto, direção e cenário), e foi vencedora do Prêmio Usiminas-Simparc, nas categorias de Melhor Atriz e Texto. Congresso Internacional do Medo estreou em 2008 e teve seu projeto de criação vencedor do II Projeto de Co-Criação do Núcleo dos Festivais Internacionais de Artes Cênicas do Brasil.

Recentemente a companhia teve seu projeto de manutenção aprovado no Programa Petrobrás Cultural, que viabilizará uma série de ações do grupo na cidade de Belo Horizonte.

“CULINÁRIA CULTURAL”

A idéia é simples: enquanto preparamos nosso almoço, estaremos refletindo sobre a importância da formação do gestor cultural, sobre as práticas de gestão e as alternativas para a sustentabilidade de projetos culturais. A proposta parte do princípio que a alimentação é um complexo sistema simbólico de significados sociais, religiosos, políticos, étnicos, estéticos e principalmente culturais. A escolha do prato e o modo como vamos prepará-lo já diz muito de cada um de nós, facilitando a nossa comunicação e o entendimento do outro, ingredientes fundamentais para quem trabalha com arte e cultura.

Local de realização: bairro Santa Tereza
Carga horária: 10h/aula
Data: 22 de outubro - 9 às 13 horas, 23 de outubro – 09 às 15 horas
Público alvo: Atores, integrantes de grupos teatrais ou estudantes de teatro.
Vagas: 12

Oficineiros

Bárbara Vilhena é formada em Cozinha e Confeitaria Internacional pelo Instituto Mausi Sebess (Buenos Aires). Atua como Personal Chef e é propritária da marca "Bárbara Vilhena Cuisine et Patisserie".

Fernanda Vidgal é formada em relações públicas e jornalismo (PUC/MG) com especialização em Gestão Cultural (Fundação Clóvis Salgado). É sócia da Agentz Produções Culturais, empresa que atua no mercado de Belo Horizonte desde 1999.

Pablo Abreu é formado em Artes Culinárias pelo Instituto Mausi Sebess (Buenos Aires). É Chef de cozinha da Usiminas, atuando também como Personal Chef e consultor gastronômico.

“TEATRO PLÁSTICO”

A Oficina propõe uma vivência com o fazer artístico lúdico e pluridisciplinar para descobrir e experimentar diversidades da brincadeira cênica.

Local de realização: Galpão Cine-Horto, Rua Pitangui, 3.613 – Horto.
Carga horária: 4h/aula
Data: 23 de outubro, 14 às 18 horas
Público alvo: crianças de 7 a 10 anos
Vagas: 15

Oficineira:

Manuela Rebouças é arquiteta pós-graduada em Arte-educação. Professora na área das Artes Cênicas, atriz, cenógrafa e diretora teatral.

“TÉCNICA DE IMPRO - UM TEATRO ESPONTÂNEO E LÚDICO”

O objetivo desta oficina é proporcionar à criança uma atividade lúdica que favoreça a capacidade de abstração, o desenvolvimento da criatividade, atenção e escuta, acordo grupal e a apredizagem dos diversos elementos específicos da cena teatral (roteiro, dramaturgia, personagem, ação, diálogo, etc) de maneira divertida e espontânea.

Local de realização: Sede do Espanca! Rua Aarão Reis, 552, Centro
Carga horária: 6h/aula
Data: 23 e 24 de outubro, 14 às 17 horas
Público alvo: 11 a 15 anos

Oficineira

Hortência Maia é atriz formada pela Fundação Clóvis Salgado CEFAR/Palácio das Artes. Graduada em Teatro – licenciatura - pela Universidade Federal de Minas Gerais. Integrante e fundadora de UMA COMPANHIA, com a qual participou de festivais nacionais e internacionais de teatro (Festival de Inverno da UFMG, Festival de Improvisação do Jogando no Quintal, Encontro de Impro Brasil x Espanha, Fringe e Fimpro) atuando nos espetáculos "Match de Improvisação" e "Sobre Nós", ambos dirigidos por Mariana Muniz. Integrante e fundadora do grupo de pesquisa em cinema Coletivo Ferpa. Atuação no cinema e nos filmes " A hora e vez de Augusto Matraga" (recém filmado), de Vinícius Coimbra e "5 frações de uma quase história" de Lucas Gontijo e Thales Bahia. Atriz integrante no projeto Oficinão Residência 2010 do grupo Galpão. Professora de Teatro na Educação Básica no Colégio Promove; nas turmas inafnto-juvenis da escola livre de teatro Espaço Cênico e no curso de extensão da UFMG" MATCH de Improvisação".

“DRAMATURGIA E CONSTRUÇÃO DA CENA”

Oficina multidisciplinar de criação teatral. Será abordado o universo de referências teóricas e práticas que formam o repertório da Companhia Brasileira de Teatro. Referências clássicas, dramaturgia contemporânea e exercícios práticos de escrita e criação da cena sob a perspectiva do trabalho do ator são o foco do trabalho proposto com duração de três dias.

Local de realização: Sede do Espanca! Rua Aarão Reis, 552, Centro
Carga horária: 12h/aula
Data: 25 a 27 de outubro, 09 às 13 horas
Público alvo: Estudantes de teatro, literatura, cinema e áreas relacionadas.
Vagas: 20

Oficineiro:

Marcio Abreu é ator, diretor e dramaturgo, integrou a EITALC - Escola Internacional de Teatro da América Latina e Caribe e o Lusco-Fusco Teatro Laboratório. Fundou o Grupo Resistência de Teatro e a Companhia Brasileira de Teatro. Principais trabalhos como ator: Woyzeck, O Tempo e o Lugar, A Vida é Cheia de Som e Fúria, A melhor parte do homem. Principais trabalhos como diretor: Paredes de Vento, Adeus, Robinson!, Volta ao dia... , Projeto Ópera Ilustrata, O Empresário, Suíte 1, Daqui a duzentos anos, Apenas o fim do mundo, O que eu gostaria de dizer. Coordenou o Grupo de Estudos sobre Tchekhov, ao lado de Luis Melo, no ACT – Ateliê de Criação Teatral em 2004. Atualmente coordena o Projeto de Pesquisa VIDA – a partir da vida e obra de Paulo Leminski – pesquisa que resultará em uma montagem para 2010.

“TEATRO PARA EDUCADORES”

A oficina pretende instrumentalizar o educador que utiliza o teatro como elemento de atuação em sala de aula. A partir de aulas práticas, reflexões sobre o trabalho realizado e discussões de textos teóricos sobre teatro e educação, o educador terá a possibilidade de ampliar e enriquecer sua prática pedagógica, considerando a particularidade e especificidade do exercício teatral, e reconhecendo o teatro como um saber, sem perder de vista seu caráter artístico. Conteúdo:

• Jogos populares
• Noções de higiene vocal – aquecimento e desaquecimento
• Exercícios para consciência corporal e espacial
• Jogos Teatrais na sala de aula
• Improvisação
• Criação de cenas
• Discussões de textos teóricos sobre teatro educação

Local de realização: Galpão Cine-Horto, Rua Pitangui, 3613 - Sagrada Família
Carga horária: 20h/aula
Data: 25 a 29 de outubro, 09 às 13 horas
Público alvo: Educadores, professores, monitores, alunos de pedagogia e áreas afins, da rede pública e particular.
Vagas: 20

Oficineiros:

Gláucia Vandeveld é atriz, formada pela Escola de Arte Dramática da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo – EAD/ECA/USP. Especialização em arte-educação pela Fundação Clóvis Salgado/CEFAR – Palácio das Artes. Foi professora de teatro do Ensino Fundamental e Médio das Escolas: Albert Einstein, Escola da Serra e Colégio Loyola. Professora integrante do Núcleo Pedagógico do Galpão Cine Horto, onde coordena o Núcleo de Pesquisa em Teatro-Educação. Atualmente integra o elenco do Grupo Espanca! no espetáculo Congresso Internacional do Medo.

Reginaldo Santos é coordenador do Projeto Sócio-Cultural Conexão Galpão e Professor do Núcleo Pedagógico do Galpão Cine Horto. Colaborador do Núcleo de Pesquisa em Teatro Educação, também do Galpão Cine Horto. Professor de Metodologias do Ensino de Teatro no curso de Multiplicadores dos Valores de Minas 2010. Graduado em Licenciatura pelo curso de Teatro da Escola de Belas Artes da UFMG. Integrante do Projeto Serelepe - uma pitada de música infantil: Brincadeiras e Histórias Cantadas, e programa de música veiculado na Rádio UFMG Educativa. Ator e Diretor teatral.

“ATOR CRIADOR”

A oficina ator criador, do grupo XIX de Teatro, calca-se nos pilares de pesquisa do grupo: a dramaturgia colaborativa, a investigação do espaço não convencional e a interatividade. Partindo de um tema, uma pergunta, um autor ou obra específica, a oficina pretende trabalhar com o ator investigando e propondo seu material dramatúrgico, sua arquitetura cênica, sua espacialidade, construindo assim um material pleno de potencialidade e propriedade. Utilizando o corpo como caminho privilegiado, através de exercícios e dinâmicas, o ator será convidado a pesquisar seus impulsos vitais, suas leis naturais orgânicas e a descobrir como acessar a si mesmo, conhecendo seus verdadeiros limites e potencialidades. Engajando-se nessa investigação, o ator poderá descobrir como ultrapassar esses limites e ampliar essas potencialidades, na busca de sua imaginação viva, livre de estereótipos e senso comum, chegando ao seu “estado criador pleno”. Um ator orgânico, consciente de si, livre para criar e pronto para “contaminar” e ser “contaminado”.

Assim, o ator contaminando-se de um universo temático proposto e embebendo-se dele, consubstanciando a interpretação com a cenografia, com o figurino, com a direção e com a dramaturgia, trabalha com o intuito de conquistar uma criação de responsabilidade artística coletiva.

Local de realização: Sede do Espanca! Rua Aarão Reis, 552, Centro
Carga horária: 12h/aula
Data: 26 a 28 de outubro, 09 às 13 horas
Público alvo: atores e estudantes de teatro
Vagas: 15 vagas

Oficineiros:

Integrantes do Grupo XIX de Teatro

O Grupo XIX de Teatro tem um trabalho contínuo de oito anos, com uma pesquisa temática voltada para a história brasileira, uma pesquisa estética de exploração de prédios históricos como espaços cênicos e uma investigação sobre a participação ativa do público. Com sua primeira peça, Hysteria, o grupo ganhou cinco prêmios e foi considerado a revelação teatral pela APCA, além de ter sido indicado para o Prêmio Shell de Teatro. Realizou mais de 370 apresentações em 25 cidades brasileiras e 14 cidades no exterior (Europa: Portugal, França e Inglaterra; África: Cabo Verde).

“MONTAGEM DE REDES”

Construção de redes sociais temáticas com uso de mídias sociais, mídias locativas, espaços urbanos e criação de projetos temáticos em redes de comunicação.

Local de realização: Sala Pontes de Paula Lima, Escola de Teatro da PUC Minas, Av. Brasil, 2023, 3º andar – Praça da Liberdade.
Carga horária: 20h/aula
Data: 26 a 29 de outubro, 08:30 às 12:30 horas.
Público alvo: a partir de 16 anos. Artistas, estudantes de todas as áreas inscritos individualmente ou em pequenos grupos. Os alunos que puderem deverão levar laptops e celulares.
Vagas: 20

Oficineiros:

Carlos Henrique Falci é doutor em literatura eletrônica, mestre em ciência da informação. É professor da Escola de Belas Artes (UFMG) no curso de cinema de animação e Arte Digital. Atualmente trabalha com produção colaborativa em arte e tecnologia e produção de memórias audiovisuais em mídias locativas.

SERVIÇO E DATAS IMPORTANTES

OFICINAS
Inscrições entre os dias 22 de setembro e 6 de outubro (somente pelo site www.fetobh.art.br ).

APRESENTAÇÕES, DEBATES, ENCONTROS E OFICINAS
Ocorrerão entre os dias 20 e 30 de Outubro de 2010.

ENCERRAMENTO
A cerimônia de encerramento será realizada no dia 30 de outubro.

OUTRAS INFORMAÇÕES
Bruno Moreno: (31) 9816-5011 e 9233-1341
Sosti: (31) 8433-4719
No Ato Cultural: (31) 2555-8575
Site: www.fetobh.art.br
Related Posts with Thumbnails

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar Analu e os Bonecos e deixar um comentário. O seu comentário será lido, comentado e publicado. Inté breve!
Analu.

 
BlogBlogs.Com.Br